Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007
Obesidade reduz em 45% as possibilidades de engravidar

"Um estudo holandês concluiu que a Obesidade reduz em 45% as possibilidades da mulher conceber um filho naturalmente e torna menos eficazes as técnicas de reprodução assistidas. O trabalho foi publicado no site da European Society of Human Reproduction and Embryology.

Apesar de considerarem ainda uma hipótese, os investigadores liderados por Jan Willem van der Steeg, especificam a leptina, como estando relacionada com a Infertilidade.

Esta hormona é segregada principalmente pelas células gordas, regula ingestão e gasto de energia, o apetite e metabolismo.

A hormona cresce à medida que aumenta a gordura corporal, e, deste modo, para os investigadores, pode intervir na produção de esteróides (hormonas sexuais) nos ovários e assim "afectar negativamente as possibilidades de uma fertilização".

A investigação foi feita a casais com problemas de fertilidade, mas que aparentemente não tinham qualquer problema para que não acontecesse uma gravidez, visto que as mulheres tinham a ovulação regular e os homens apresentavam um espermograma normal. As três mil participantes tentavam engravidar há mais de um ano.

Os investigadores analisaram os dados relacionando o IMC (Índice de Massa Corporal), de acordo com a altura e peso, e as possibilidades de engravidar. O estudo concluiu que as mulheres com um IMC de 35 reduzem em 26% as possibilidades de desenvolver uma gravidez espontânea relativamente às que têm um IMC entre 21 e 29. Se este índice atinge os 40, então as possibilidades de gravidez reduzem-se em 43%.

Da análise concluiu-se também que por cada ponto que aumenta o IMC, a probabilidade de engravidar reduz 5%, aproximadamente. Do mesmo modo, uma mulher, por cada ano que envelhece, regista uma diminuição semelhante da possibilidade de engravidar.

O estudo foi realizado por vários investigadores de diferentes universidades holandesas que fazem investigação na área da infertilidade. "

retirado do site www.mni.pt



publicado por Cátia Pontes às 19:04
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007
Bolo de chocolate com maracujá

   Em época natalícia, é certo que se abusa no que não se deve, principalmente nas sobremesas típicas de Natal, que na sua maioria são fritas!

   Fica aqui a ideia de uma receita de um bolo"light!, em que se substitui o açúcar por adoçante, o que vai diminuir bastante o conteúdo calórico da receita:

 

Bolo de chocolate com maracujá

 

Para a massa:

  • 5 ovos
  • 5 colheres (sopa) adoçante de culinária
  • 5 colheres (sopa) farinha
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 colher (chá) óleo de amendoim para untar
  • 1 colher (chá) farinha para polvilhar
  • 1 colher (chá) fermento em pó

Para a cobertura:

  • 6 maracujás
  • 2 colheres (sopa) iogurte natural magro
  • 5 folhas de gelatina
  1. Aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma com o óleo e polvilhe-a com farinha. Separe as gemas das claras, bata as claras em castelo bem firme e junte-lhes depois as gemas, uma a uma, batendo sempre até obter uma mistura clara. Adicione o adoçante e bata mais um pouco.
  2. Misture a farinha com o chocolate e o fermento e junte tudo ao preparado anterior, através de um passador de rede fina. Verta a massa para a forma e leve ao forno durante 30 minutos. Decorrido esse tempo, retire, desenforme e deixe arrefecer.
  3. Demolhe as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos. Escorra-as, deite-as para uma taça e derreta-as em banho maria, sem deixar ferver.
  4. Corte os maracujás ao meio, retire-lhes a polpa para uma taça, junte-lhes a gelatina e o iogurte e misture bem. Regue o bolo com este preparado e leve ao frio até ao momento de servir. A decoração é a gosto.

 Esta receita dá para 7 doses e cada dose fornece 186 kcal.

 

publicado por Cátia Pontes às 19:29
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007
Soja - alimento proibido?

     Numa edição recente da revista Unica, vem uma entrevista com o médico Dr. Luis Romariz, que afirma que "a soja é o último veneno que conseguimos introduzir na nossa alimentação, havendo até teorias que afirmam provocar a idiotice"!

     Acho incrível como é que alguém consegue comparar a soja a um veneno, quando já é sabido, através de vários estudos científicos que a soja tem muitos benefícios. Também não é nenhum alimento milagroso (como muitas vezes se pensa) mas é completamente absurdo poder compará-la a um veneno!

     Para além disso, este médico continua o seu discurso, dizendo que "a soja é uma planta carregada de antinutrientes, tem isoflavonas - similares ao estrogénio - que provocam infertilidade, sobretudo feminina, cancro da mama e doenças cardíacas. As crianças que comem muita soja, sobretudo as raparigas, poderão ter puberdade precoce."

 

     Quanto à presença de isoflavonas, não há nada a dizer...mas provocam infertilidade e cancros??? Apesar de não haver evidências científicas nos estudos que têm sido feitos, o que tem sido estudado é a capacidade das isoflavonas na prevenção de cancros e osteoporose, e não a sua capacidade para os provocar!!

 

     No site Peso e Medida, podemos ler uma ficha técnica acerca da soja, onde se descreve o seguinte:

     " Devido ao seu elevado teor de ácidos gordos poli-insaturados, fibra, vitaminas e minerais e ao seu reduzido teor de gordura saturada, o consumo de soja e produtos derivados como substitutos da carne podem apresentar especial interesse na prevenção das doenças cardiovasculares. Um dos potenciais benefícios adicionais do consumo de soja consiste numa pequena redução dos níveis de colesterol nas LDL.

     O elevado teor de fibra presente na soja pode contribuir para o controlo do peso, uma vez que torna mais lenta a digestão dos alimentos, aumentando a sensação de saciedade e retarda a absorção de alguns nutrientes, principalmente a glicose, facilitando também o trânsito intestinal. Adicionalmente, pode auxiliar na manutenção de um peso saudável devido ao seu moderado teor de lípidos, sobretudo comparado com outras fontes proteicas.

     Ao comparar um kg de soja com um kg de qualquer fonte proteica, verifica-se que a soja contém uma quantidade significativamente superior de proteínas:

     1 kg de soja = 2 kg de carne de vaca = 3 kg de feijão/grão = 11 L de leite de vaca"

 

     O discurso deste médico até podia ser muito coerente e tudo poderia fazer muito sentido, mas quem diz que a soja pode até provocar idiotice perde toda a credibilidade! Como já li em algum lado, parece que quem anda a comer muita soja, é este Sr. Dr. Romariz!

  

 

sinto-me:
tags:
publicado por Cátia Pontes às 15:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007
Canelones recheados com espinafres e requeijão

 

 

Ingredientes:

(4 pessoas)

  • 250g espinafres limpos
  • 8 rolos para canelones
  • 1 requeijão
  • noz-moscada q.b.

Para o molho:

  • 1 kg tomates maduros
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) orégãos
  • 1 ramo de manjericão
  1. Comece pelo molho. Mergulhe os tomates em água a ferver por 20 segundos. Retire-os, passe-os por água fria, retire-lhes a pele, corte-os ao meio e limpe-os de pevides e sementes.
  2. Descasque a cebola e os alhos e pique tudo para um tacho; junte o azeite e leve ao lume até a cebola alourar.
  3. Junte os tomates e os orégãos ao refogado, mexa e deixe cozinhar durante 10 minutos. Reduza depois tudo a puré, tempere com o manjericão picado, mexa e retire do lume. Reserve.
  4. Coza os espinafres em água durante 3 minutos e escorra-os. Coza os rolos para canelones em água durante 5 minutos, retire-os e deixe-os escorrer sobre um pano de cozinha.
  5. Aqueça o forno a 180ºC. Escorra bem os espinafres, deite-os para uma taça, junte-lhe o requeijão esmagado e a noz-moscada e misture bem. Divida a mistura pelos rolos e coloque-os dentro de um pirex. Cubra com o molho de tomate, leve ao forno durante 20 minutos e sirva os canelones quentes.

Esta receita fornece 282 kcal por pessoa e é uma boa fonte de cálcio e vitamina C.

 

Bom apetite! 

tags:
publicado por Cátia Pontes às 17:30
link do post | comentar | favorito
|
.: Cátia Pontes
.: despensa

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

.: alimentarte aconselha
subscrever feeds