Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011
Um terço dos bebés americanos são obesos

"Um terço dos bebês dos EUA são obesos ou estão em risco de obesidade, disseram os investigadores que acompanharam cerca de 8.000 bebés dos 9 meses aos 2 anos de idade.

Este estudo (ECLS-B) retira uma amostra nacionalmente representativa de crianças americanas nascidas no ano de 2001 e com diversas origens socioeconômicas e étnico-raciais.

O ECLS-B é um dos primeiros a acompanhar o peso
de crianças muito pequenas, de uma amostra nacionalmente representativa.

Eles avaliaram os bebés de peso normal, de risco, ou obesos aos 9 meses de idade e como isso mudou aos dois anos de idade, utilizando ferramentas estatísticas, para determinar se a perda de peso, a persistência ou ganho de peso estava ligado às características demográficas (por exemplo, o sexo da criança, raça/etnia, região geográfica, status socioeconómico da comunidade local).

Como não existe um padrão aceite de obesidade em crianças de tenra idade, os pesquisadores colocaram uma criança na categoria de obesos se o seu peso estava acima do percentil 95 nas tabelas de crescimento padrão.

As crianças no percentil 85a-95a foram considerados em risco para a obesidade.

Quando eles analisaram os resultados encontraram que:

* Cerca de um terço (31,9%) dos bebés estavam em risco para a obesidade ou obesidade aos nove meses.

* Aos 2 anos era ligeiramente superior (34,3% obesas ou em risco).

* 17% dos bebés eram obesas aos 9 meses, subindo para 20% aos 2 anos.

* Os bebés que eram obesos aos 9 meses, tiveram maior risco de ser obesos aos dois anos.

* 44% dos bebés que eram obesos aos 9 meses mantiveram-se obesos aos dois anos.

* Alguns bebés estavam em maior risco de obesidade (por exemplo, os hispânicos e os de famílias de baixos rendimentos).

* Outros foram de menor risco (por exemplo, crianças do sexo feminino).

* 40% dos bebés de 2 anos de idade das familias de baixos rendimentos apresentavem risco de obesidade ou obesidade, comparado a 27% dos bebés das familias de altos rendimentos.

Moss e Yeaton concluiu que:

"Entre os 9 meses e 2 anos de idade, as crianças dos EUA estão a caminhar na direcção de um peso pouco desejável."

Moss disse ainda que:

"Nós não dizemos certamente que os bebés com excesso de peso estão condenados a ser adultos obesos."

No entanto, o investigador disse que foram encontradas evidências de que estar acima do peso aos 9 meses de idade coloca a criança em maior risco de ser obeso mais tarde na infância.

Também não há qualquer sugestão que os bebés devem seguir dieta. Nunca se deve negar o leite enquanto o bebé está em aleitamento materno. Mas quando os bebés começam a introduzir alimentos sólidos, há que ter cuidado com as escolhas alimentares.

De acordo com a investigadora, a idade em que as crianças são introduzidas na "junk food" é cada vez mais jovem. "Eu sei de bebés de 9 meses de idade que comem batatas fritas", disse ela.

Pode fazer uma grande diferença para o peso dos seus filhos, mantendo-os fora de "junk food" por tanto tempo quanto possível e ter certeza de que lhes dá frutas e produtos hortícolas, disse Lee, que é um professor assistente em Endocrinologia Pediátrica."

 

Fonte: www.medicalnewstoday.com

publicado por Cátia Pontes às 16:48
link do post | comentar | favorito
|
.: Cátia Pontes
.: despensa

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

.: alimentarte aconselha
subscrever feeds